01 janeiro 2011

Passado

Fiquei algum tempo a olhar para o 'last post published 15-Set' quando abri o Blogger. Deve ter sido o período mais longo que fiquei sem escrever, sem mandar vir, sem me confessar, me espantar, indignar ou ruminar a propósito de alguma coisa, com ou sem importância.

Assunto não falta, mas o bicho que me faz escrever ficou como eu pouco depois do último post, primeiro obsessivo, depois doente e por agora ainda está no longo caminho, cheio de degraus, até ficar bem. Em nenhuma destas etapas lhe apeteceu morder-me. Até hoje em que deve ter subido algum degrau especial.

O balanço do ano velho é simples: em muito foi muito bom, em muito foi muito mau. Foi o ano das experiências, em que decidi metaforicamente não morrer ignorante e em que experimentei o que de novo a vida me foi dando a experimentar. Furei, finalmente, as orelhas. Fumei, detestei. Fiquei ruiva por alguns meses, pintei as unhas de vermelho pela primeira vez. Construi outro blog, este directo dos meus olhos e da minha imaginação. Joguei guitar hero e continuo sem entender. Fiz origami, gravei um disco, bebi uma abadia, escrevi uma tese de doutoramento.

No meio destas e outras primeiras vezes senti de tudo, vi de tudo e vivi de tudo mas acima de tudo aprendi muito - que há pessoas preciosas sem as quais deixamos de conseguir viver, que tudo neste mundo é relativo e que não se deve andar com uma Honda CBR 600 RR em paralelos mais de 20 metros.

Que as experiências continuem! Bom ano meus caros.

6 comentários:

ABC disse...

Um excelente ano para ti, que és linda, que escreves deliciosamente, que tiras fotos do outro mundo e que cantas como um rouxinol! E tudo o mais, que ja sabes! :-)
Abraço forte

Paula disse...

Ó minha linda, obrigada! Este vai ser o meu ano, vou fazê-lo o meu ano!!
Um grande ano para ti!!
Beijo enorme

Rui disse...

As pessoas preciosas estão sempre por perto. Nos bons momentos, e nos outros também ;)
Tenho a certeza que as experiências vão continuar, e que este vai ser o teu ano!
E quanto às Honda CBR 600 RR, acho que qualquer percurso em paralelo, por diminuto que seja, não é aconselhável. Por muito relativas que algumas coisas possam ser!!
:*

Paulo disse...

Jogaste Guitar Hero e não ficaste viciada? Meu deus, como é que é possível? :D

Paula disse...

Exacto!! Não entendo porque fica (quase) toda a gente viciada! :)

Eme disse...

Guitar Hero não tem explicação! É só estúpido...