21 fevereiro 2010

Fastio

É a primeira palavra que me ocorre dizer sobre o ódio de estimação do Porto ao Benfica. Entenda-se, claro, que me refiro à maioria dos adeptos, não à totalidade. Ainda há gente inteligente. Mesmo no Porto.

Acabada de chegar do Dragão depois de um Porto-Braga, não consigo não pensar na imbecilidade atroz da esmagadora maioria dos adeptos do Porto que, alegremente, saltavam em prova do seu anti-lampionismo e entoavam a plenos pulmões o clássico insulto ao Benfica.



Entendo o fenómeno do futebol, também eu tenho os meus exageros e os meus desvarios, mas não consigo, por mais que tente, entender esta azia que o Benfica provoca ao Porto tão intensa que leva a que o Benfica seja sempre carinhosamente lembrado mesmo que Porto esteja no Japão, numa final da intercontinental, contra uma equipa sul-americana onde o Benfica só participou a ver o jogo pela RTP ou a ouvir o relato pela Antena 1.

Será assim o Benfica uma ameaça de tal dimensão? É que, bem, o sangue que me corre nas veias é vermelho, sou benfiquista até à medula, mas nem eu falo assim tanto do Benfica. Aliás, os 6 milhões de benfiquistas todos juntos não falam assim tanto do Benfica.

Será amor?

16 comentários:

Fernando disse...

Nisto de animais há-os em todos os clubes. Basta com ver os cromos que apredrejaram o autocarro de certo clube quando este ia a passar na auto-estrada (felizmente nem todos os adeptos são assim).
Se calhar o melhor era acabar com o futebol de vez. Era da maneira que acabavamos com estas atitudes cretinas e com relacinamentos obscuros entre autarquias e clubes.

Pedro Marques disse...

Cara amiga!
Eu estava lá! Vi e pulei! Não é caso para levares tão a mal esses berros, promovidos pelas claques que não são todos os porttistas. Ainda para mais, posso testemunhar em primeira mão que a ajudar os 6000 superdragões que gritaram isso, estiveram mais 3000 adeptos do Braga e claro mais alguns do Porto. Sou daqueles, que como mtos no estádio, assobia quando se começam esses "gritos" e não saltam quando se fala dos "lampiões".
De facto, o Benfica não tem essa importância toda... nem tão pouco são 6 milhões...
A única importância que tiveram ontem foi a de estarem à frente dos dois clubes que jogavam ontem no relvado um excelente jogo de futebol.
Depois disso, cada um tem direito às suas opiniões quanto a eventuais "gamanços" que acontecem no futebol. Ninguém gosta de ver os outros serem levados ao colo. Como portista já ouvi muitas vezes esses comentários. São criticas e temos que aprender a viver com elas!

Querida amiga... gosto muito de ti... mas tens esse defeito... :P

Anónimo disse...

Madrinha: não gostei do "Mesmo no Porto." Vais ter que fazer mais um jantar para compensar....
Pedro: há que repor a verdade..Já te vi a "saltar" muitas vezes para provar que não és lampião! E olha que não percisas! lol Todos sabemos que o sangue das tuas veias é azul!!!;-)

Pedro Marques disse...

So salto quando os lampiões nos visitam! Aí faço questão de marcar bem a diferença! :D

ana disse...

Nao podes deixar de lembrar tambem que as claques do Benfica fazem o mesmo. Envergonha-me mas e' verdade.

Valmont disse...

pois é. tens realmente esse defeito do lampionismo. mas olha que não parece.Na primeira e última vez que fui ao estádio da luz assistir ao benfica-PORTO acredita que não nos serviram bolinhos com café. e a mãe do helton também foi muitas vezes invocada.
o que interessa é que gosto deste sítio e não é pelo facto de sofreres desse mal que vou deixar de cá aparecer.
"Os que não são do FCP não podem sequer imaginar o que é a felicidade de ser do FCP" Gabriel Garcia Márquez revisitado

Paula disse...

@Fernando: por essa lógica o melhor era acabar com tudo, de vez, que tal?

@Pedro: Eu não levo a mal! Acho absurdo, mas se é isso que é preciso para serem felizes, então que seja. Os benfiquistas aguentam muito mais que isso!

@Anónimo: LOL! Não me parece! E as vezes que me ofendem por ser do Benfica? Quem me compensa, hein?

@Ana: Claro, ninguém é santo. Mas, e clubismos à parte, até portistas serem esfaqueados no Marques do Pombal (ou sei lá onde é que festejam o título lá em baixo), acho que o Porto é mais "intenso" nestas coisas.

@Valmont: Em nenhum jogo servem bolinhos e dizem meiguices, mas num Benfica-Porto entende-se perfeitamente que não o façam ao Porto, é o adversário.

Fernando disse...

Paula, se meia dúzia de gatos pingados a saltar (seguindo o espírito de manada) te ofende tanto, então pelo teu bam mais valia acabar com a bola.

Quanto ao acabar com tudo o resto, dá-me 1 motivo minimamente racional e eu passo a apoiar essa tua ideia.

Paula disse...

@Fernando: mas tu ao menos leste o que eu escrevi ou a tua vontade de contrariar é tanta que falas de cor?

Não só não são meia dúzia de gatos pingados, é a maioria, como não sei onde leste que me sentia ofendida.

É que além de ter acabado a perguntar se será amor, já disse nesta caixinha de comentários que (repito) "Eu não levo a mal! Acho absurdo, mas se é isso que é preciso para serem felizes, então que seja. Os benfiquistas aguentam muito mais que isso!"

Relaxa.

Fernando disse...

Quando disse que eram poucos estava a referir-me em comparação ao nº total de portistas, que podem não ser 6 milhões mas são bem mais do que aqueles que estavam no estádio. Além disso já se sabe que quando as pessoas estão em manada tendem a comportar-se de forma mais irracional.

p.s.: não sou o único a necessitar relaxar... :p

Pedro Marques disse...

Paulinha...
Já te disse que estava no estádio presente, como aliás sabes que estou muitas vezes, e testemunhei que de facto eh uma minoria dos portistas no estádio que faz isso. Testemunhei também que são assobiados por outros tantos e que o resto não colabora com essas coisas. Também te expliquei que os SD foram ajudados desta feita pela claque do braga.
É óbvio que há rivalidade e que está sempre presente em todas as ocasiões. A felicidade dos portistas faz-se como as dos outros, quando ganhamos. Neste momento quem se atravessa entre nós e o nosso objectivo é o benfica e o braga.
Não tenho dúvidas nenhumas e também não me interessa, o que se passa nas claques dos outros clubes... estranho também que incomode tanto os benfiquistas, porque isso só significa que o que eles fazem tem efeito e instiga-os a continuar.
Passo já agora aqui a minha experiência em primeira mão de um jogo que fui ver entre o belenenses e o porto e fomos recebidos antes e no final do jogo fora do estádio pela claque NN. Foi atencioso da parte deles... só não entendi as pedras e os paus que voaram e a porrada que distribuiram! Gratuita e sem descriminação!

Bom... as claques são importantes durante o jogo, tornam o acontecimentos do estádio mais bonitos com as coreografias e os cânticos (os não desagradáveis). Precisavam de um bocadinho mais de juízo... mas era pedir um cadinho de mais. Não se pode e com isso é que se ofende outros inocentes, generalizar e acusar os portistas ou os benfiquistas de actos que não podem ser generalizaveis.

Bjs!

Paula disse...

Mas porque é que estás a particularizar no porto-braga? Além de que tu, como qualquer portista, vais dizer sempre que é uma minoria. Eu, como qualquer benfiquista, vou dizer que é a maioria. Curioso é como é que a minoria se ouve tanto e haja gente a saltar contra os lampiões pelo estádio fora. Mas deve ser então uma coincidência e um bias na amostragem.

Quanto aos outros clubes fazerem o mesmo acho que é relativamente lógico que considero igualmente imbecil. Mas também é verdade que a intolerância aos outros clubes é mais aguda no Porto, mas isso dava pano para mangas.

E outra vez, parece que não entenderam da primeira - vamos partir do príncipio que eu represento os benfiquistas para simplificar a coisa - alguma vez disse que me incomodava ? Alguma vez disse que me ofendia? O facto de considerar um acto imbecil não tem por corolário que me sinta ofendida.
Eu até ponderei se não seria amor!...

Fernando disse...

Poderás não estar ofendida, mas seguramente não é algo que te seja indiferente. Senão não perdias tanto tempo com isto nem a insultar uma data de adeptos.

Mas seja amor ou ódio que motiva os adeptos, de certeza que vem daquela área irracional dos afectos que nos faz esquecer que se calhar nós somos tão parciais quanto aqueles que tanto criticamos...

Pedro Marques disse...

Parece-me demasiado evidente que o incómodo com a situação é o motor deste post. Mais ainda, falas claramente do Porto e do Benfica. E mais ainda, como estás perto do estádio do Dragão e não dentro, posso afirmar que sim, a tua opinião é bias. Quanto ao ódio entre clubes, os incidentes mais graves em portugal entre claques ocorreram e continuam a ocorrer entre o Sporting e o Benfica como bons rivais da 2ª circular que são.
Posso-te garantir também que 6000 a gritar a mesma coisa ao mesmo tempo se fazem ouvir melhor que os outros 30000 que falam normalmente para o lado coisas diversas.
Concluo é que o ódio de todos os outros clubes pelo porto é evidente e tem que ver com o facto de andar pouca gente não reformada por aí que viva boas memórias dos seus clubes... com a excepção dos portistas, claro!

Encerro por aqui o meu contributo para esta discussão.

Paula disse...

@Pedro: Ò amigo, incómodo com a situação? Vamos lá outra vez, lá porque alguém é imbecil não tem necessariamente que me incomodar, não tem que me tirar o sono. Constatei um facto, adjectivei-o e sugeri, ironicamente claro, uma explicação.

Sim, claro falo do Porto e do Benfica porque me apetece falar do Porto e do Benfica. Porque era dessa situação em particular que queria falar e geralmente é assim que acontece - a gente quer falar de alguma coisa, fala dessa coisa e não de outra qualquer.

Mas tens razão numa coisa: a minha opinião há-de ser sempre considerada biased pelos adeptos do Porto, não por estar perto ou longe, fora ou dentro, mas pelo simples facto de eu ser adepta do Benfica.

@Fernando: Meu caro, é lógico que não me é indiferente como não me são indiferentes todos e quaisquer assuntos que refiro neste blog. Se o fossem, evidentemente, não os mencionava.


Não chamo é a esta, ou outras discussões, perda de tempo. Posso não o ter, como já aconteceu, mas o que dedico a estas, ou outras, discussões nunca são perda de tempo.

Nem considero que elas tenham fim, venha de onde vier ou seja qual for a opinião sobre elas.

disse...

Eu que sou portista ferrenha, também acho uma idiotice... Eh pá lá que a malta das claques não goste do benfica tudo bem, e se os insultos fossem apenas nos jogos com o benfica, até era capaz de compreender, agora contra os outros clubes? Não me parece lógico. Mas também quem é que vai perceber as claques? Há um dos líderes que passa grande parte do jogo de costas voltadas para o jogo, a incitar os cânticos... Mas isso se calhar sou eu.