01 agosto 2007

Continuo sem entender porque ainda o temos que aturar

Já aqui deixei a minha opinião sobre aquela figura hilariante do carnaval da Madeira.
Mas...
É só de mim ou é absolutamente inacreditável que ainda não tenha sido posto de lá para fora?

4 comentários:

Paulo Costa disse...

Eu acho que bem lá no fundo todos gostamos dele. Ou melhor, todos gostamos das piadas dele e da forma completamente cómica como ele debita aquela verborreia mental toda...
O pior é que ele parece acreditar mesmo no que diz.

É como nesta história do aborto: a lei fois estudada por constitucionalistas, aprovada em assembleia, aprovada pelo tribunal constitucional, aprovada pelo Presidente da República... mas não, o senhor João Jardim ainda tem dúvidas sobre a sua validade para que assim ela demore mais uns tempos até ser implementada na Madeira.
É que se não é para rir só dá para chorar.

O pior é mesmo apanhar, como eu apanhei em fóruns, pessoal da Madeira a dizer que estão de acordo com o que o Jardim fez porque como a Madeira votou maioritariamente Não no referendo a lei não devia ser aplicada lá, e que isto era a prova de como ele é o único com coragem de enfrentar o poder central do continente...
Eh pá, é à custa destas e de outras assim ("a Madeira subsiste bem sozinha, dá mais dinheiro ao continente do que o continente injecta cá") que eu sou apologista de uma medida simples:
Vamos dar 10 anos de independência à ilha. Só dez aninhos. No fim logo se vê quem é que depende ou não depende do dinheiro do governo português.

leandro disse...

Hummmm... isso seria uma boa ideia! Seria mais ou menos uma re-edicao do que deus fez com o mundo: "deixa ca' por estes dois caramelos (adao e eva) aqui sozinhos pra ver no que isto da'" Deu asneira... deu asneira!! Agora ja' nem as queimas dos hereges nos temos 'as 6as-feiras... coisas mal feitas, e' o que e'!

Fernando disse...

No fundo o que ele merecia é que se repetissem os acontecimentos ocorridos no final da década de 70 descritos por Baptista Bastos em:
http://www.negocios.pt/default.asp?CpContentId=261827
(já agora leiam todo o artigo que está genial)

Cláudia Ribeiro disse...

Gostava muito que o aborto tivesse sido legalizado à uns anos e que a mãe deste senhor o tivesse feito.
Que besta !