24 abril 2007

Sempre

Dedicado a todos.
Em particular aqueles que votaram no Salazar para Grande Português, aqueles que queriam ir ao encontro internacional de extrema-direita e que foram presos três dias antes e a todos os outros que só tossem e mugem porque houve quem, há 33 anos, tivesse lutado por isso.

8 comentários:

HC disse...

Sinceramente não me parece muito simbolo da liberdade prender pessoas só porque estas tem uma visão dispar das do resto! Alias parece-me algo muito parecido ao que Salazar fez.

Paula disse...

Hein?!
Mas elas não foram presas porque têm uma visão diferente das outras - elas foram presas porque "são acusados de terem em sua posse armas, munições e material propagandístico susceptível de configurar os crimes de discriminação racial e religiosa." (Público - 18.04.2007).
E, como se isto não fosse suficiente ainda "foi apreendido um número indeterminado de pistolas, algumas delas transformadas para poderem disparar munições de calibre proibido, bem como soqueiras e bastões."(idem)
Entre outras coisas, ainda há o ponto 4 do artigo 46º da Constituição Portuguesa (Liberdade de Associação) - "Não são consentidas associações [...] racistas ou que perfilhem a ideologia fascista."

Waffles disse...

"Entre outras coisas, ainda há o ponto 4 do artigo 46º da Constituição Portuguesa (Liberdade de Associação) - "Não são consentidas associações [...] racistas ou que perfilhem a ideologia fascista.""

Lá está no tempo de Salazar eram outras ideologias...

Probir não é democratico!

Paula disse...

Numa democracia as pessoas têm que ser protegidas e, muitas vezes, protegidas umas das outras.
Defender ou praticar actos racistas, por exemplo, não me parece que constitua a efectivação de uma liberdade, mas sim a opressão da liberdade de outrem.

Homem disse...

"Defender ou praticar actos racistas, por exemplo, não me parece que constitua a efectivação de uma liberdade, mas sim a opressão da liberdade de outrem."

Muitas vezes argumento facil atirado a extrema direita, mas olha que podia apontar este mesmo argumento a muito governo de PS e PSD!

Quanto mais nao seja, gosto de ver a extrema direita a mandar postas de pescada para eu me rir!

O que me chateia é que probir é facil mas entender pq existe aquilo que é necessário probir, é que é complicado!

Paula disse...

Além do partido da extrema-direita, não vi nunca nenhum outro a defender semelhante aberração. Acho que estás a extrapolar demasiado, não?

Proibir não é tão fácil como dizes, porque é certo e sabido que quanto mais se proíbe, maior o ímpeto de fazer precisamente aquilo que se está a tentar impedir.

"entender pq existe aquilo que é necessário probir, é que é complicado!"
Sinceramente? Não me parece que haja qualquer compreensão possível para tentar moldar-se uma sociedade com base em critérios racistas, étnicos, culturais, religiosos ou até de orientação sexual, por exemplo.

Mas que a extrema-direita a mandar postas é hilariante, tens toda a razão - é do melhor humor que anda por aí!

HC disse...

Não falava em compreender quais os parametros de sociedade que eles defendem ou querem incutir...falava em entender pq acontecem estes fenomenos extremistas na sociedade! Isso é que é para mim muito mais importante!

Paula disse...

Eu podia dizer-te 'porque há pessoas que não regulam bem', mas acho que deves estar à procura de uma resposta mais elaborada.

O meu bitaite nesse sentido é simples - acho que há muitas pessoas muito pouco capazes tentarem walk in others' shoes. E essa intolerância, esse "umbiguismo", tem vários níveis. Nos níveis mais baixos - ou mais altos, depende do referencial, como sempre ;) - dá em racismo, xenofobia, etc e tal.

De qualquer forma boa sorte! Quando encontrares a resposta, avisa! :)