02 outubro 2006

Porque não gosto do Rui Rio - Episódio III: Veni. Vidi. Vici?

Porque já passou algum tempo e, apesar de ter dado um certo benefício da dúvida ao que se passou, não consigo deixar de sentir senão tristeza quando passo todos os dias na Avenida dos Aliados.
Há quem culpe os arquitectos Siza Vieira e Souto Moura pela obra, mas culpa tem quem assinou por baixo de um projecto daquele género para a Baixa do Porto e, francamente, não sei que consolo tira o Sr. Rui Rio de olhar pelas janelas da CMP e ver a pedreira de arestas limadas que está agora no lugar onde um dia foi a Avenida dos Aliados (e a Praça Humberto Delgado e Praça da Liberdade).
Como, COMO!!!, é que caiu o Carmo e a Trindade com o tunel de Ceuta porque o IPPAR não tinha sido consultado e ninguém diz nada sobre a Av.Aliados onde aconteceu exactamente o mesmo? Quem, QUEM!!!, é que autorizou que esta obra não fosse a concurso público? Onde, ONDE!!!, é que já se viu alguém virar as costas aos movimentos de cidadãos? Porquê, PORQUÊ!!!, que o Sr. acha que pode fazer uma operação desta magnitude no coração da cidade sem sequer ter ido a discussão pública?

Entre algumas justificações que ouvi para a construção daquela pedreira no lugar na Avenida dos Aliados, a mais parola foi "vai ajudar a dissipar o nevoeiro".
O nevoeiro faz parte do Porto como a neve faz da Serra da Estrela e, felizmente, ao contrário do que aconteceu com os Aliados, esse ninguém o pode transformar em granito.

4 comentários:

one lazy lad... disse...

a minha respota a: "Porque não gosto do Rui Rio" é:
Por definição...

rup disse...

Eu ainda não ganhei coragem para passar na Avenida dos Aliados... Tenho boas memórias do local e enquanto poder evita-lo, quero apenas pensar que as fotos que vi são óptimas renderizações de computador do mais avançado que há e que ainda vou encontrar as àrvores, os jardins, a calçada, e a porra das pombas a sujar tudo :p

rup disse...

Já passei nos Aliados... Estou em "denial".

Aliados disse...

;-(