16 julho 2006

Porque não gosto do Rui Rio - Prólogo


Prólogo

Não é novidade que sou, um bocadinho, de esquerda até aos ossos. Pode por isso parecer que não gosto do Presidente da Câmara do Porto apenas e só por razões partidárias, mas asseguro que não é esse o caso. Procuro até ter um certo fair play nesse campo.
Ao longo do mandato e meio em que Rui Rio está à frente dos destinos da cidade, são já incontáveis as vezes em que me pergunto de que mal estava este povo do norte acometido quando lhe deu o segundo mandato - o mesmo povo que corajosamente disse NÃO a Fernando Gomes (confundido por vezes com um SIM a Rui Rio) depois deste ter abandonado o leme (crê-se que em busca de Fama e Fortuna) e tal projecto lhe ter saído redondamente, e vergonhosamente, frustrado deixando como única saída voltar de cabeça baixa esperando um regresso de braços abertos. Claro.
Assim, porque há (várias) situações que me incomodam e mais não posso fazer para mostrar a minha revolta (o meu voto não foi suficiente), vou relatando alguns dos episódios menos felizes da Era Rui Rio contados, sempre que possível, na 1ª pessoa.
Espero, sinceramente, que o Epílogo seja escrito daqui a 3 anos e 3 meses. Mais coisa menos coisa.

3 comentários:

Paulo Costa disse...

Sim senhor... o blog tem bom aspecto, e acredito que o conteúdo (que é o que mais vale nestes casos) vai ser bom.
Este post parece-me um bom exemplo disso mesmo.

Mas quando for preciso também sou gajo de criticar como me criticas no meu. ;)

Agora vê lá se começas mesmo a escrever regularmente por cá. :)

FGP disse...

Pois é, a troca do Gomes pelo Rio foi mudar de cavalo para burro (e não estou a chamar cavalo ao Gomes).

disse...

resposta à pergunta "porque não gosto do Rui Rio"? É fácil... Porque o homem é um ignorante puro.