24 novembro 2006

Le 8mm critique - His name is Bond. James who-is-out-of-his-mind Bond.

Ler. Spoi Ler.

Tal como (quase) toda a gente, fiquei um bocado reticente quando soube que Daniel Craig ia substituir Pierce Brosnan no papel de Bond. A primeira reacção até foi de alívio, antes esse que Leonardo diCaprio que, segundo rumores, também foi considerado para Bond. Eu sei, eu sei, escandaloso. Mas um Bond louro de olhos azuis não é, pensava eu, Bond.
Ora, não é que o rapaz me supreendeu? Como pelos vistos está a acontecer com (quase) toda a gente. Ser louro de olhos azuis e ...err... maior que outros Bonds, é completamente secundário. O que por si só já é um feito considerável - este filme seria o primeiro da saga, onde Bond se torna Bond e ainda não está calejado pela pressão de salvar o mundo 50 vezes e ter uma colecção infindável de mulheres.
E, curioso, é precisamente essa a sensação que Daniel Craig deixa - a de um Bond astuto, milimétrico, mas emocionalmente desastrado e sem o glamour de salvar o mundo.

A história é simples, quase corriqueira. A(s) bond girl(s) são as do costume, a M é a M e nem se dá pela falta Q nem de Monneypenny. Os carros e o relógio são inacreditavelmente normais, não há magnatas russos que vão dominar o mundo e Bond quase, quase, quase, quase, quase que chora.
MAS!!!, apesar de já ter ouvido uns rumores de que isto acontecia no filme, não quis acreditar até testemunhar pessoalmente tamanho ultraje - Bond não quer saber se o seu vodka martini é shaken or stirred. Senhor, perdoai-lhes que eles não sabem o que fazem.
Ainda assim, apesar de ser uma versão reconstruída, volta a ser o Bond de sempre quando se apresenta no fim do filme como Bond, James Bond.

O Momento: A M com saudades da Guerra Fria.

A Frase:
Não há como fugir...
Bartender: Shaken or stirred?
James Bond: Do I look like I give a damn?
Nesta altura pensei que o Bartender lhe ia dar com a garrafa de martini na cabeça e dizer "Shaken estúpido! Shaken!". Mas não.

1 comentário:

rup disse...

LOL :)
OK, não acho que este Bond tenha sido astuto ou milimétrico mas mais... I-really-don't-give-much-thought-to-what-I'm-doing-or-any-of-the-consequences, e... bronco às vezes :p
Claro que a cena do "Do I look like I give a damn?" deixa qualquer fã de Bond no mínimo preplexo com tal afirmação. Um dos motivos pelo qual para já (vamos ver o próximo), não acho que Daniel Craig seja um bom "Bond". É melhor que George Lazenby, o que não é dizer grande coisa :p

BTW, para quem gostou da cena inicial da preseguição pela zona de construção, aconselho uma procura no google (ou google video) por "yamakasi".
Para os mais preguiçosos:
Yamakasi 1
Yamakasi 2


ps: ainda tenho um cantinho do meu coração que está despedaçado com este Bond... mas não tanto como o Aston Martin DBS9 dele... «snif» «snif»