31 outubro 2006

Back on track... hopefully

Não chegassem os montes de coisas e coisinhas que tenho que fazer, ainda me meti a formatar o computador e a mergulhar de cabeça directamente para o Linux. Disse xau ao XP e olá ao Ubuntu. Ainda me estou a habituar a isto - sim, eu gosto das paneleirices e das coisinhas pipi do Windows - mas senão conseguir nos próximos tempos por o Photoshop a funcionar, acho que vou pegar no CDzito que está aqui mesmo ao lado e que diz WindowsXP.

Entretanto, durante este tempo que passou, tive conhecimento de mais uns feitos caricatos do Sr. Rui Rio, pelo que a série "Porque não gosto do Rui Rio" deve contar com um novo episódio em breve.

Jogou-se também um clássico do futebol, o Porto-Benfica duh!, onde ao que tudo indica um indivíduo partiu uma perna a outro indivíduo. Não vou discutir a violência nem muito menos a intencionalidade, coitado é do moço que vai ficar 3 meses sem jogar ao que parece. Se o outro rapazola deve ser castigado? Claro que sim, se quem tem o poder para decidir sobre estes castigos assim o entender. Agora, nada, mesmo nada, justifica comentários como "foi intencionalmente atingido com violência por um grego" ou "o agressor, da mesma nacionalidade [de Karagounis]". Como é que se pode pedir aos adeptos para terem dois dedos de testa quanto a argumentos racistas/xenófobos, quando são os responsáveis máximos do futebol - que deviam ser os primeiros a dar o exemplo - a usaram esses mesmos argumentos como arma de arremesso? E atenção, escusado será dizer que fossem estes comentários (ou de natureza semelhante) proferidos pelo Benfica, revoltar-me-ia da mesma forma.

Mas hoje é dia de filme de terror, de pipoca e de susto, por isso Happy Halloween people!

5 comentários:

Paulo Costa disse...

Para quê o arrastão do photoshop quando tens o GIMP que é muito mais rápido e leve... não faz tudo tal qual o photshop, mas faz o essencial. O Ubuntu é fabuloso para gajos como eu que passaram anos em Win e depois decidem experimentar umas "consoladas" em gnu/linux. Tudo quanto é duvida está sempre esclarecida nos fóruns de apoio!
Já agora, não sei se conheces este site, mas vale a pena para quem anda a brincar com Ubuntu pela primeira vez:

http://www.guiaubuntupt.org/wiki/index.php?title=Ubuntu_edgy

Qunato à história do Anderson, acredito que o Katsouranis tivesse aquelas ordens de jogo que quem já jogou à bola sabe que são comuns por parte dos treinadores que lhes pedem para "cortar rápido a jogada", "não o deixar arrancar", "meter medo". Acredito sinceramente que não tinha a intenção de o meter no estaleiro por, pelo menos, 3 meses, mas quando fez aquela entrada é óbvio que ía com a intenção de "deixar marca"... atenção que isto não significa o mesmo que dizer "partir a perna". Abusou na entrada, acredito que inconscientemente, e acho que devia ser punido (outra coisa: não acho que fosse lance para vermelho directo.. acho é que no futebol, para prevenir entradas perigosas destas, se devia aplicar uma regra simples: quem lesiona outro jogador encosta também até o jogador recuperar.)

E concordo plenamente que o comunicado da SAD do Porto foi, no mínimo, infeliz. Para a próxima convém que meçam algumas expressões.

President disse...

Primo - o nosso concerto não é no ISEP mas na Igreja de S Francisco, podes emendar? Não vão os milhares de leitores do teu blog irem ao engano para o lado errado;
Secondo - "atingido com violência por um grego" / argumentos racistas/xenófobos" Para c/ 1 grego que é originário da terra que concebeu o conceito de xenofobia? Cada vez a linguagem futebolistica me surpreende mais!
Ultimo - andas metida c/ o Linux? Olha k eu já caí nessa asneira e bem me arrependi - mudei logo k pude para o meu amigo Janeleiro e olha k ele é mm XP!
Bj
President

rup disse...

Antes que me esqueça, e na sequência de sites de Ubunt(ú) :p
http://www.guiaubuntupt.org/wiki/index.php?title=Ubuntu_dapper
porque ainda não passaste para edgy que meia volta ele não gosta de certas "polacas" gráficas ;)

E já que estou aqui com piadas "racistas", aproveito para deixar aqui o "bitatite". (não, isto não é o blog da limonada fresca ;))
Não vi/li o tal comunicado do Porto, mas por acaso ontem ao ouvir os relatos dos jogos do Hamburger-Porto e do Benfica-Celtas, reparei na quantidade de vezes em que os jogadores eram referidos pelas suas nacionalidades... fosse porque tinham marcado golos, feito faltas, ou porque estavam a limpar o nariz à camisola.
Pergunto-me, já que estavas a mencionar as responsabilidades dos dirigientes do futebol, se provocações como a do "homem-forte do futebol do Benfica" (deve estar a por uns quilitos o_O) para as bancadas, não terão sido bem piores do que chamar "grego" a dois... huh... "gregos"?! :p

ps: os 3 meses que o Anderson vai estar parado, não contam com a recuperação antes de voltar para os relvados... :/

Paula disse...

Referir a nacionalidade de um jogador, ou de qualquer outra pessoa for that matter , apenas como um adjectivo, não tem (obviamente) mal nenhum. Agora utilizar isso como "insulto" (note-se que a expressão é "um grego", não "o grego") é, a meu ver, inaceitável. Quanto ás provocações do Vieira (presumo que seja esse de que falas), não me parece que seja comparável.

Thank you all pelos links. Se tiver dúvidas eu berro! Ou mudo pra XP :)

Paulo Costa disse...

As provocações do Vieira nem comichão fazem. ;)
As do Veiga, durante o jogo, é que foram de baixo nível... também só as vi depois do jogo, quando apareceram as imagens no youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=0KRk2eC63Q0


Mas é a tal coisa: com os dirigentes que temos no nosso futebol, alguém esperava que não houvesse palhaçada antes e depois do jogo? Eu já perdi a esperança...